Você com certeza já ouviu falar em Clinica de Recuperação para dependentes químicos, mas você conhece como funcionam? Primeiramente, esclarecemos que não há um perfil determinado para os usuários de drogas lícitas e ilícitas. Já foi comprovado que pessoas de todo o nível econômico, social, cultural, gênero e faixa etárias estão propícias a esse tipo de consumo. Não há um padrão populacional. Isso quer dizer, que as clinicas não exigem um público específico e sim que é aberta a todos aqueles que necessitarem do apoio de profissionais capacitados para tratarem no processo de reabilitação por conta do uso de substâncias psicoativas. A seguir, vamos esclarecer alguns pontos importantes sobre essas instituições e tratamento.

O que é uma Clinica de Recuperação dependentes de drogas psicoativas?

 

Nossa empresa é especializada para receber o usuário de drogas em diferentes níveis de estágio da dependência química. Através de uma equipe multidisciplinar que normalmente é composta por médicos – clínico geral e psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, terapeutas, nutricionistas e técnicos de outras áreas, nos comprometemos com o tratamento por diferentes perspectivas. E também para a garantia do sucesso desse processo, nos preocupamos principalmente com o restabelecimento desse paciente. A intervenção não é apenas medicar e mandar o dependente para casa. E sim, acompanhar todo o seu processo, inclusive na sua reintegração com a vida familiar e social como um todo.

Os dependentes químicos tem muitas dificuldades no enfrentamento desse tratamento?

Podemos dizer que essa é uma resposta pessoal, cada um responde de uma maneira e tempos diferentes. Mas, de um modo geral, é um processo que necessita além do apoio de profissionais preparados, mas também de seus entes queridos. Os familiares e os amigos precisam da orientação da Clinica de Recuperação que o drogadito se trata, para que compreenda melhor em que estágio de dependência a pessoa se encontra e as suas dificuldades em lidar com essa condição, para que possam lidar de forma mais adequada nessa relação. Lembrando também, que não se trata apenas de uma decisão mental e psicológica para interromper o uso da substância química, mas que também depende de um atuação na desintoxicação do seu organismo. Muitos chegam aqui numa condição avançada, depois de anos de uso dessas drogas.

E quais são as pessoas que podem se tratar em uma Clinica de Recuperação?

 

Todas que usam algum tipo de droga. Muitas vezes, o usuário acredita que tem controle sobre o seu uso, mas isso é ilusório, regularmente já está mais dependente do que ele imagina. Ele acredita que somente mais aquele gole de álcool ou o cigarrinho da maconha para dar uma relaxada em mais uma noite, por exemplo, é uma opção. A pessoa não percebe o quanto já pode estar envolvida. Com frequência, infelizmente, muitos buscam por ajuda quando já perderam basicamente tudo na vida…emprego, amigos, família… e basicamente a saúde, por já encontrarem-se bastante debilitados.

Então, quando o dependente químico não tem a percepção do seu vício, a família deve fazer uma intervenção?

Nós não acreditamos no tratamento forçado. A pessoa precisa saber que está doente. Sim, a dependência química é uma doença e está classificada no CID 10- F19.9 (transtornos mentais e comportamentais e devidos ao uso de múltiplas drogas e ao uso de outras substâncias psicoativas – transtorno mental ou comportamental não especificado.) por isso precisa de atenção e dos recursos de especialistas habilitados para lidar com o quadro em que o indivíduo se encontra. O que a família deve fazer é mostrar compreensão e conversar com o dependente sobre a necessidade de se tratar, ou convidá-lo para conhecer a Clinica de Recuperação. Quando o paciente chega até nós já é um grande avanço, pois através dos nossos profissionais podemos acolhê-lo e mostrar a realidade e a importância de permanecer com o tratamento.

Nós não fazemos contenção de pacientes, acreditamos no processo de conscientização de comportamento destrutivo através de terapias psicológicas.

Quais são os tipos de tratamentos que vocês oferecem?

Ache Aqui Clínicas

Nós primeiramente buscamos compreender o quadro em que o indivíduo se encontra, se possui alguma outra doença, há quanto tempo faz uso das substâncias psicotrópicas, o meio social em que convive, como a sua família lida com isso, entre muitas outras questões relevantes que podem afetar diretamente no seu processo de regeneração.

Também precisamos saber qual o tipo de droga é utilizada, pois sabemos que a potência do crack por exemplo, é cinco vezes mais forte que a cocaína. E pelo seu baixo valor, muitos acabam seguindo para o seu consumo. Também, em muitos casos, o usuário faz combinações perigosas dessas substâncias, associadas ao álcool ou até mesmo a algum outro tipo pela questão de custo.

Outro fator que a Clinica de Recuperação ressalta é a preocupação com a saúde geral dessa pessoa. Não podemos exigir que hoje inicie o tratamento de desintoxicação e amanhã não terá mais a dependência. Não funciona assim. Fazemos o acompanhamento de todo o seu contexto de vida, para que o dependente saiba lidar com as “tentações e fraquezas”, como uma forma de reeducação na sua reintegração social. De qualquer forma, sabendo que muitas vezes terão recaídas, mostramos caminhos que possam amenizar alguns riscos.

Você quer um exemplo? Sabemos que dividir seringas podem ocorrer a transmissão de algumas doenças, como a AIDS e a hepatite. Outra questão que podemos citar, é a de que a cada gole de álcool pode-se tomar um copo de água. Com certeza, os danos serão menores. O viciado não passa apenas pelos riscos da droga em si, mas na forma como a consome, onde acessa, entre outras coisas. A ideia não é incentivar o consumo, pelo contrário, mas sim enquanto essa pessoa busca meios para se fortalecer e reestabelecer, não pode causar outros tipos de prejuízos a sua saúde.

Resumindo, o tratamento possui vários etapas que vão te acordo com o ritmo do paciente. Mas, basicamente podemos definir em diagnóstico, que são os motivos que levaram a pessoa ao uso das drogas e contexto social, desintoxicação, terapia de acompanhamento e reeducação e até mesmo o uso de alguma medicação.

A Clinica de Recuperação então faz diversos tipos de tratamentos?

Sim, trata-se de meios de intervenção terapêutica individualizada através dos nossos diversos tipos de profissionais capacitados em todas as áreas, para que possam atender a todas as necessidades que o paciente necessitar. Nós vamos adequar o tratamento aos diferentes tipos de drogas que são utilizadas e a fase em que a pessoa se encontra nesse processo.

Quais são as suas principais recomendações para quem ainda não buscou por um tratamento?

Primeiramente a pessoa deve libertar-se de qualquer tipo de preconceito e entender que ela precisa de ajuda. Essa é uma batalha difícil de se vencer sozinha. Deixo um convite para que venham conhecer a nossa Clinica de Recuperação para entender melhor como seria esse processo de cura. Essa inciativa pela intervenção deve ser vista como uma atitude positiva e não como algo ruim como muitos generalizam. Você está olhando para si, cuidando de si mesmo.

Deixe seu comentário