Quando o assunto é clinicas de recuperação em Campinas, você está no lugar certo. Campinas é umas das microrregiões mais famosas do estado de São Paulo seja por ser polo de desenvolvimento industrial e econômico, mas também um das regiões mais desenvolvidas do estado seguida da capital. A cidade de Campinas está à 92Km da cidade de São Paulo e abriga um dos maiores aeroportos das américas do sul, o Aeroporto de Viracopos.

Sendo assim, a microrregião de Campinas que engloba cidades como: Vinhedo, Valinhos, Holambra, Sumaré, Indaiatuba e Hortolândia. Posto isto, estas três últimas, referencialmente como polos industriais locais. Além do mais, não só existem diversas clínicas de recuperação em campinas mas também em cidades da região. Sendo assim, quando você for escolher essas instituições, encontrará uma vasta lista para poder te auxiliar no procedimento de internação do seu familiar ou amigo.

A Ajuda Necessária

Quando se trata de dependência química seja de um familiar ou de um grande amigo, não se pode procrastinar a questão do tratamento. A doença da adicção (comportamentos adictivos) aliada a dependência química, é progressiva, incurável e fatal. Sendo assim se você não souber à primeira instância como proceder no tratamento, dirija-se à um centro de atenção psicossocial ou procure ajuda de um médico ou psicólogo para poder ter a devida orientação.

Desta maneira pode se induzir um tratamento assertivo e de alta eficácia, facilitando que o dependente químico tenha, pelo menos à princípio, alta adesão ao tratamento. Sendo assim, para auxílio e suporte a família, existem pré-diagnósticos que esses profissionais da saúde (médicos psiquiatras e psicólogos) realizam para promover o tipo de internação adequada, podendo ser : involuntária, compulsória e voluntária.

Involuntária e Compulsória

Esses tipos de internações apesar desconfortáveis no início, são muito importantes à longo prazo. Pois apesar de não haver consentimento do dependente químico inicialmente no processo do tratamento, estando acolhido pela instituição, e limpo gradualmente, aumenta-se a taxa de adesão.

Na internação involuntária, a família recorre à uma instituição para realizar o pedido. Sendo assim, um médico psiquiatra fará uma análise do dependente químico e de seu estado físico e mental. Para posteriormente poder dar o diagnóstico referente à necessidade ou não da internação. Neste tipo de internação, os pais são responsáveis pelo processo. Os centros de atenção psicossocial podem ajudar e auxiliar as famílias em como realizar esse procedimento.

Com relação às internações compulsórias, o procedimento envolve o pedido de um juiz, aliado à informações de prontuário médico diagnosticado por um psiquiatra. Portanto é um procedimento que independe da vontade do indivíduo e da família. Nesse caso, as condições mentais do indivíduo são avaliadas e os recursos das clínicas ou hospitais psiquiátricos são colocados na balança.

E agora?

Agora é com você e portanto, para você que quer escolher uma clínica de recuperação para seu ente querido ou amigo em questão saiba que há várias clínicas de recuperação em Campinas que são abertas a visitação. E você pode conhecê-las com afinco, saber como funciona o tratamento e as dinâmicas que envolvem o procedimento de recuperação. Por fim, internar alguém que sofre desse tipo de transtorno do comportamento adictivo ligado à substâncias psicoativas de maneira voluntária é ainda mais satisfatório. Justamente porque há uma conscientização da necessidade do tratamento, e como consequência, maiores taxas de adesão ao mesmo.

Aberto 24/7

  • Clínicas de Recuperação em Campinas
Deixe seu comentário